20 de outubro de 2016

Isabel O TEU POEMA






Não me dês tua amizade,

Que só quero o teu amor.
Traz  amor, cumplicidade,
Beijos, carinhos, calor!
Dá-me apenas, teu abraço,
Que me envolva com ternura,
Beija-me, tão somente a face
Numa espécie de candura.
Oferece-me teu sorriso,
Nessa boca de criança,
É somente  quanto preciso,
Para acalentar  - Esperança!
Traz-me por fim, Felicidade,
Num cálice de quimera,
Para amar não há idade,
Amor cresce como a era!
Quero-te num todo, enfim;
Numa entrega  sem igual,
Desejo-te só para mim,
Quero-te! Quero-te! afinal!


Isabel Cabral 

10 comentários:

  1. Um novo look muito bonito.E as escolhas sempre com muito bom gosto.Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Um momento de "encantamento". Poema lido, poema cantado e ouvido. Beijos, Mulher Mariense.

    ResponderEliminar
  5. LetrasAoAcaso.


    Isabel, não sei usar destas "modernices". Que burro, dirás tu e com razão!

    Eu sabia que eras poeta!
    Belo!
    Da tua sensibilidade já sabia.
    Agora poetisa? - Que agradável descoberta, Isabel.

    Beijos querida amiga.

    ResponderEliminar
  6. Já qaqui não vinha há uns tempos e vejo que mudaste o visual. Está muito bonito, o verde de fundo é a lembrança dos Açores? Pelo que percebi, este poema é teu. Parabéns, não te conhecia esta faceta, só a sensibilidade para aqui divulgar outros poetas. Tem um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  7. É verdade!... Claro que é verdade!...
    Quem tem sensibilidade bastante para apresentar um trabalho como o teu, com uma selecção de poemas como aquela que nos apresentas, só o consegue por ter ALMA DE POETA. Daí que, ao ler este poema, não me reste senão um comentário: PARABENS!
    Um beijo
    João Vítor

    ResponderEliminar
  8. "Não me dês a tua amizade, mas sê meu amigo / Não me dês o teu amor, mas ama-me de alma e coração" :) Não me dês nada que quero tudo... :) Bjinhos

    ResponderEliminar
  9. LetrasAoAcaso


    Olá amiga.
    Venho desejar-te um bom dia e deleitar-me de novo com a tua poesia.

    beijos, Isabel.

    ResponderEliminar
  10. Olá amiga de novo.
    Onde andas?
    Estás doente ou outra coisa qualquer?
    Dá notícias..
    Beijos Amiga Isabel.

    ResponderEliminar