13 de janeiro de 2006

António de Medeiros Pereira

Ser pobre é possuir
Riquezas e não as dar!
É ter peito e não sentir
Um coração a palpitar!

É ter boca e não sorrir;
Ter olhos e não olhar.
É ter força e não agir;
É ter mando e não mandar ...

É ter fome e não comer;
É ter sede e não beber,
Na ânsia de não gastar ...

É ter vida e não viver;
É ter seiva e fenecer;
É ter alma e não amar! ...



António de Medeiros PereiraStª. Maria - Açores


15 comentários:

  1. Lindíssima a imagem e o texto combina perfeitamente com ela.

    Bom final de semana.

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Bela conjugação de foto e poema... Parabéns pela escolha! Beijinhos e bom fim-de-semana. *****

    ResponderEliminar
  3. Também acredito que não existe maior pobreza do que a ditada pela pobreza de espirito, que se comanda pela ganância. Bom fim de semana. Bjinho

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito sinceramente e concordo.Não há maior pobreza do que a de sentimentos.Por vezes tentam acabar com a probreza fisica e esquecem-se de enriquecer o espirito.
    Olá hoje vim dar-te os parabéns. És destaque no Blog feito com Coração.É para mim um prazer ter uma Alma de Poeta em destaque.Se quiseres um dos selos de destaque,ele já te pertence.Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  5. A maior pobreza é a pobreza de espírito... a pobreza de alma... porque esses sim, são os verdadeiros pobres!!! Belo blog ;) gostei =)

    Beijinhos e bons poemas

    ResponderEliminar
  6. Lindíssimo poema, alma de poeta. Açores terra abençoada, nem sabes quanto.

    A maior pobreza é mesmo a dos pobres de espírito dizes bem. Acredito!
    Beijos e bom ano de 2006

    ResponderEliminar
  7. SEU BLOG SÓ PODIA TER ESSE NOME...ALMA DE POETA ...
    QUERIDA OBRIGADA POR SEU CARINHO ...VC OUVIU A MUSICA QUE TÁ NO MEU BLOG?TÃO DIZENDO QUE NÃO TOCA E ÃO SEI PORQUÊ PORQUE EU OUÇO BEM RSSS
    MINHA LINDA TEM UM FIM DE SEMANA TÃO ILUMINADO QTO VC
    BJEM SEU CORAÇÃO

    ResponderEliminar
  8. Ser pobre é ser vazio, é não saber estender a mão, é não entender o sofrimetno alheio. Ser pobre é não ser livre de alma...

    Beijõess

    ResponderEliminar
  9. Obrigado por nos dares a conhecer este Poema realista de um Poeta teu conterrâneo.

    Beijocas,

    ResponderEliminar
  10. Está lindissimo não só a imagem que é muito forte e intensa mas também o texto que é maravilhoso. Uma bela escolha. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  11. olá estou passando aqui para avisar q mudei de
    endereço de blog gostaria mto ter vc lá no meu
    novo mundinho, e pode fazer pedidos de musica
    tbm ficari mto feliz... conto com a sua presença....
    Bjos e lhe espero lá...

    ResponderEliminar
  12. Excelente poema.
    Extrema sensibilidade.

    ResponderEliminar
  13. Ola Vim dar os Parabéns pelo destaque em Blog Feito com Coração, bem merecido ,seu blog é muito Lindo..
    Tenha um lindo domingo.
    bjos da Cris

    ResponderEliminar
  14. ser pobre é não pensarmos nos outros antes de os ferirmos...
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Olá minha kida,
    reamente não há maior pobreza que a de espiríto. Muita gente rege-se «pelo seu próprio umbigo», só olham para si próprios, são mesquinhos e maus e esquecem-se de dar valor às pequenas/grandes coisas da vida.. bjhs e boa semana

    ResponderEliminar