7 de janeiro de 2012

O Sorriso .... Eugénio de Andrade



O sorriso
Creio que foi o sorriso,
sorriso foi quem abriu a porta.
Era um sorriso com muita luz
lá dentro, apetecia
entrar nele, tirar a roupa, ficar
nu dentro daquele sorriso.
Correr, navegar, morrer naquele sorriso.


Eugénio de Andrade

3 comentários:

  1. Uma pequena prendinha espera por ti, aqui: http://espelhodaspalavras.wordpress.com/

    ResponderEliminar
  2. ....

    E é lindo, este sorriso!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. este poema disse que sorrir e omelhor remedio

    ResponderEliminar