24 de outubro de 2004

* AMOR PLATÓNICO * Legião Urbana

AMOR PLATÓNICO


Eu sou apenas alguém
ou até mesmo ninguém
talvez alguém invisível
que a admira a distância
sem a menor esperança
de um dia tornar-me visível
e você?
Você é o motivo
do meu amanhecer
e a minha angustia
ao anoitecer
você é o brinquedo caro
e eu a criança pobre
o menino solitário que quer ter o que não pode
dono de um amor sublime
mas culpado por quere-la
como quem a olha na vitrine
mas jamais poderá te-la
eu sei de todas as suas tristezas
e alegrias
mas você nada sabe
nem da minha fraqueza
nem da minha covardia
nem sequer que eu existo
é como um filme banal
entre o figurante e a atriz principal
meu papel era irrelevante
para contracenar
no final
no final
no final...

13 comentários:

  1. QUEM ESCREVE COMO TU NÃO É, NEM NUNCA VAI SER "INVISIVEL"...cada vez gosto mais das tuas poesias, da forma como escreves...
    Abraço
    ARTUR

    ResponderEliminar
  2. Belas palavras que consigo sentir em mim.
    O amor, eterno sentimento que jamais conseguirei definir.

    ResponderEliminar
  3. Muito bonito este amor que, apesar de platónico, é vivido com intensidade. Beijos, Betty

    ResponderEliminar
  4. bem gostei do que li, vou passar aqui mais vezes =) passa no meu se quiseres www.dark_fairie.weblogger.com.br

    ResponderEliminar
  5. Belo o Poema.
    Quem é a Ceci?
    Em tempos conheci uma. (Virtualmente). Seria interessante se fosse a mesma.
    Beijitos Isabel.

    ResponderEliminar
  6. Ola!!
    Olha k gostei bastante deste poema!!
    "Você é o motivo
    do meu amanhecer
    e a minha angustia
    ao anoitecer"...élindo!!
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Muito bonito este poema. Agradeço o momento agradável que me proporcionaste ao lê-lo. Adorei.
    Um beijinho*.

    ResponderEliminar
  8. OLÁ! Lindo Poema.
    Vamos a entrar na TERTÚLIA e tome 1BICA, envie até 07/11 sua participação.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  9. { … necessidade hipnótica de deixar conteúdos narrados[]pinturas … de escrever[]desfocar … e deixo aqui mesmo[]porque gosto de aqui ler: [“neste ler * palavras, quando por ti escritas por mãos sentidas, e nunca em impressão * conclusão por quem não lidas * ditas”] © pipetobacco … }{ abraço*de*boa*semana }

    ResponderEliminar
  10. poema lindo bem dizes tu k tas dedicada ao amor melancolico.....rsrs
    jinhos.
    mistery

    ResponderEliminar
  11. "Você é o motivo
    do meu amanhecer
    e a minha angustia
    ao anoitecer"
    O amor e seu dois lados, o bom e o ruim; o avesso e o direito; o côncavo e o convexo...
    Palavras sensíveis... Sentimento lindo!!
    Um beijo p/ Vinha

    ResponderEliminar
  12. O amor é um tónico platónico.

    Abraços!

    ResponderEliminar
  13. Ola Alma.....belissimo post.....e como diz o poeta: "ela é tão rica e eu tão pobre, eu sou plebeu e ela é nobre, não vale a pena sonhar..."...beijos querida... Sensivel Diferença

    http://palavras_apenas.zip.net

    ResponderEliminar