20 de novembro de 2004

Fernando Pessoa " Liberdade "

Ai que prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro para ler
E não o fazer!
Ler é maçada,
Estudar é nada.
O sol doira
Sem literatura.


O rio corre, bem ou mal,
Sem edição original.
E a brisa, essa,
De tão naturalmente matinal,
Como tem tempo não tem pressa...


Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.


Quanto é melhor, quando há bruma,
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não!


Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol, que peca
Só quando, em vez de criar, seca.


O mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca...




Fernando Pessoa

6 comentários:

  1. Ola alma!!
    Vimos deixar te um Abraço Friorento aki do continente..andas desaparecida pelo nosso canto :/
    Bom Domingo para ti

    ResponderEliminar
  2. Sim, é muito bom, ficar sem nada para fazer, é por isso que tanto gosto do Domingo, deficilmente saio, fico cá por casa numa preguiça deliciosa.. É um dia totalmente didicado ao não fazer rigorosamente nada.. Beijos Alma. Desejo de um Domingo Feliz!

    ResponderEliminar
  3. Olá!Já tive a oportunidade de ler este poema de Fernando Pessoa, e devo dizer que este poema é muito diferente dos outros, ele fala na liberdade de fazer o que se quer, de não fazer nada e é tão bom não fazer nada, viver a vida á nossa medida e fazer só o que nos dá prazer, mas assim não pode ser, tudo como queremos, resta-nos apenas sonhar com isso e pensar o que seria!
    Beijinhos e muito boa escolha!

    ResponderEliminar
  4. E que em cada dia, hora, minuto ou segundo, lutemos sempre em prol dela.

    Viva a LIBERDADE!Fraterno Beijo,

    ResponderEliminar
  5. Acho que Fernando Pessoa lá tinha a sua razão... :) Foi bom reler este poema!.. Boa semana! **

    ResponderEliminar
  6. espero que todas as obras de Pessoa sejam todas como este magnifico poema, é que vou começar a estuda-lo em Português

    ResponderEliminar