12 de novembro de 2004

Florbela Espanca " O Meu Desejo "

O MEU DESEJO



Vejo-te só a ti no azul dos céus,
Olhando a nuvem de oiro que flutua...
Ó minha perfeição que criou Deus
E que num dia lindo me fez sua!

Nos vultos que diviso pela rua,
Que cruzam os seus passos com os meus...
Minha boca tem fome só da tua!
Meus olhos têm sede só dos teus!

Sombra da tua sombra, doce e calma,
Sou a grande quimera da tua alma
E, sem viver, ando a viver contigo...


Deixa-me andar assim no teu caminho
Por toda a vida, amor, devagarinho,
Até a Morte me levar consigo.

16 comentários:

  1. A ausência, o desejo de concretizar o amor em cada uma das palavras de Florbela Espanca, que eu adoro! Uma magnifica escolha para este sabado luminoso! Obrigada! Continuação de um excelente fim de semana! Beijos

    ResponderEliminar
  2. Oh, valeu a pena a espera :) Lindo. Sinto-o como meu.
    Obrigada querida, mais uma vez.
    Tem um excelente fds.
    Beijokita da Yurei-sã

    ResponderEliminar
  3. Adoro Florbela... será que eu posso copiar essa poesia? hein? hein/? hein?

    Bruna
    http://www.bruninhamadgirl.weblogger.com.br

    ResponderEliminar
  4. Belo como tudo de Florbela.
    Um beijo daqui,

    Márcia

    http://www.tabuademares.blogger.com.br

    ResponderEliminar
  5. Olá!Espero que esteja bem...eu ja voltei para aqui para este mundo de blogueiros, e de amigos que me rodeiam!gostei muito deste poema de Florbela Espanca e não fosse o amor o sentimento que tem dominado os meus dias, as minhas horas e minutos!E o amor é lindo e quem ama, vive nas nuvens....que bom que é amar...
    Bem...nao se esqueça de ir passando pelo meu canto!Beijinhos!

    ResponderEliminar
  6. Bonito poema! E bom domingo para ti! :)*

    ResponderEliminar
  7. Amor, Amor, Amor! Começo a semana a suspirar!! :)**

    ResponderEliminar
  8. Oi Alma!!
    Há algum tempo k nao vinha até aki, nem voltast tmb ao meu blog :/
    Ja havia dito k florbela espanca é uma grande poetisa e gosto sempre de a ler!
    Um Abraço e Boa Semana

    ResponderEliminar
  9. Adoro Florbela e este é lindíssimo :)
    Belas plavras voam neste espaço!

    Filipa
    http://almaaovento.blog-city.com

    ResponderEliminar
  10. Justa virtude!

    Nossa "morte" nunca leve,
    Poesia do seio do mundo,
    Que a voz seja o almocreve,
    Do nosso amor profundo.

    Deus esteja no caminho,
    De todo o ser vivente,
    Que um sorriso, docinho,
    Esteja sempre premente.

    Minha alma se for vadia,
    Entregue-se à quietude,
    Envolta seja n'alegria.

    Que todos neste bom dia,
    Vivam em justa virtude,
    Alegrem-se na poesia.

    Azoriana

    ResponderEliminar
  11. Detantos e tantos poemas da Florbela que amo de paixão, este é um dos meus preferidos, se é que isso se pode dizer em relação à obra dela.Minha boca tem fome só da tua!Meus olhos têm sede só dos teus!E, sem viver, ando a viver contigo...Até a Morte me levar consigo.

    ResponderEliminar
  12. Ola Alma!!
    Ja viemos aqui algumas vezes, até aos Açores mas andas desaparecida!!!
    Esperamos k tudo esteja bem cntg!!
    Belo poema de florbela espanca, uma das nossas preferidas de sempre!!
    Abraços Nossos

    ResponderEliminar
  13. Ler Florbela é sempre um prazer Isabel.
    Minha amiga, quero pedir-te desculpa destas ausências tão inusitadas.
    Sabes quão gosto de ti.
    Porém, comprei o jornal onde trabalhava e isso deixou-me quase sem tempo. Espero em breve retomar alguma regularidade.
    Beijos, querida amiga.

    ResponderEliminar
  14. O amor deve ser lindo, principalmente quando for correspondido. Ainda não encontrei este caminho...

    ResponderEliminar
  15. Claro que havemos de falar sobre…
    Ainda bem que pude ajudar… faz-me sentir bem….
    No fim de semana vai ao teu mail (o ultimo do enigma)

    ResponderEliminar