14 de janeiro de 2005

JOSÉ RÉGIO " Cântico Negro "

** Cântico Negro **


"Vem por aqui" - dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
- Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?
Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.
Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...
Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.
Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!

José Régio

12 comentários:

  1. Este é também, um dos Poemas de minha eleição! Gostei muito do teu blog. E voltarei. Obrigada pela visita e pelas palavras de apoio. Um abraço bloguista. Ainda não consegui linkar nenhum dos blogues que visito e gosto, porque infelizmente ainda não aprendi a fazê-lo. Já pedi ajuda, mas ainda não consegui lá colocar. O sapo é diferente do Blogger... tenho pena!! :-)))

    ResponderEliminar
  2. Muito bom...um escolha fantástica a dizer tudo da foto...
    Jinhos

    ResponderEliminar
  3. José Régio não carece de apresentações e a escolha dispensa comentários.
    Parabéns uma vez mais.
    João Vítor

    ResponderEliminar
  4. curioso, ainda hoje me lembrei deste poema para publicar no meu cantinho. parabéns pele boa escolha, recordar régio é recordar a presença e nomes como miguel torga, saúl dias, entre tantos outros..

    ResponderEliminar
  5. Belissimo poema de José Régio que não precisa de apresentação.Parabéns a ti por o publicares.Arte por um Canudo

    ResponderEliminar
  6. Uma belissima escolha para terminar em grande a semana! Desejo de um excelente fim de semana! Muitos beijos

    ResponderEliminar
  7. Belo poema, bem escolhido e bela foto! É muito chato termos de ir por onde não queremos, mas como a vida não é só poesia, às vezes lá tem de ser! Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  8. Agradeço o favor de não esquecerem de colocar o texto “Apelo para a Humanidade”, no vosso Blog, no próximo Domingo, dia 16. Ou seja, sábado, se puderem estar junto ao vosso PC próximo à meia-noite será mais prático. Porém, o que é importante é que os subscritores do Apelo o coloquem no Domingo e de preferência, não colocarem mais nenhum “post” nos dois ou três dias seguintes.

    Para vos facilitar, podem copiar o código HTML no seguinte link:

    http://www.merlin.web.pt/Apelo_Jan2004.doc

    Se subsistir alguma dúvida, por favor, leiam o último texto, de 13 de Janeiro, no Fraternidade.

    Fraternas Saudações,

    ResponderEliminar
  9. Sempre gostei deste grito de alma do José Regio.
    Um bom fim semana

    ResponderEliminar
  10. Adorei tudo:

    - o poema que amoa há muito

    - a roupa nova do blog: bela!

    um beijo, Isabel.

    ResponderEliminar
  11. Achei o poema lindo demais...
    Desejo-te uma boa semana =)

    ResponderEliminar
  12. J´se Régio será sempre um poeta de eleição para mim. Bonita escolha.

    ResponderEliminar