13 de fevereiro de 2005

Miguel Torga " Súplica "

* SÚPLICA *

Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.


Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria...
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada



Miguel Torga

10 comentários:

  1. "Perde-se a vida a desejá-la tanto"

    Na Natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.
    Lavoisier
    .

    Faz-me um favor... Sê Feliz!

    Beijocas,

    ResponderEliminar
  2. Oi, entrei ti vi, e encontro tão boa
    postagem, bem selecionado "Miguel Torga"; Voltarei. Conheça-me, acho que vai gostar. Bom fim de domingo.

    ResponderEliminar
  3. Voltei para agradecer visita e para dizer-lhe que fiquei feliz, por ter
    gostado do poema PÉROLA, vou ti linkar! Beijos!

    ResponderEliminar
  4. Lindo poema de um Consagrado. Parabéns.
    Vem entrar no meu Concurso "falar de AMOR" BJKS

    ResponderEliminar
  5. Olá!Muito bonito o poema, nao conhecia este poema de Miguel Torga, mas é muito lindo!Beijinhos e va-me visitando!

    ResponderEliminar
  6. Que lindo poema, querida amiga!
    Desejo-te nao somente hoje, dia dedicado ao amor e à amizade, mas também em todos os dias de tua vida, muitas felicidades e que possas estar sempre bem acompanhada de pessoas que te amem muito!
    Beijos e um lindo início de semana para ti!

    ResponderEliminar
  7. Lindíssimo, sem dúvida. Obrigada pela partilha!

    Filipa
    http://almaaovento.blog-city.com

    ResponderEliminar
  8. Perguntei a diversas pessoas o que era o Amor?Ninguém me soube responder,
    Todos me disseram que um dia viria a perceber!
    Não compreendia porque ninguém conseguia definir o Amor,
    Mas hoje percebo porquê,
    Este sentimento cresce de dia para dia, e por isso o que dizemos hoje amanhã já está ultrapassado...pois o sentimento tornou-se mais forte!
    Não tentei definir o Amor, sintam-no..ele é muito bom e leva-nos a viver com um sorriso nos lábios.

    ResponderEliminar
  9. De sentido Triste, de más memórias para alguns, revejo o meu sentimento no Poema, embora triste no seu conteúdo, tem a Beleza do Dom da escrita.

    PS De forma errada enviei o comentário para um outro Poema.

    ResponderEliminar