13 de agosto de 2005

JOSÉ MARIA LOPES DE ARAÚJO poema *** SEGREDOS ***

Visite também o blog onde se encontram publicados poemas deste Poeta Açoriano,
JOSÉ MARIA LOPES DE ARAÚJO


  • REMOS PARTIDOS




  • SEGREDOS

    Trago em meu peito segredos,
    Tantos segredos guardados...
    Segredos doutros segredos,
    Que nunca foram contados.

    A fonte diz-me segredos;
    Segredos me diz o mar,
    Quando bate nos rochedos,
    A luz triste do luar!...

    Segredos conta-me o vento,
    Se o ouço à noite, a gemer;
    Segredos do seu tormento
    Que só eu posso entender.

    Diz-me segredos o cardo,
    O tôjo, a rosa, o jasmim...
    Ai, quantos segredos guardo,
    Para sempre, dentro de mim!

    E quando o sol, de mansinho,
    Vai perder-se no poente,
    Segredos me diz, baixinho,
    Da sua mágoa pungente ...

    E a noite diz-me também
    Segredos da solidão,
    Que só eu, e mais ninguém,
    Pode ter no coração.

    Um segredo só existe
    De que eu sei o encanto:
    - A razão porque sou triste ...
    - Porque choro quando canto.



    JOSÉ MARIA LOPES DE ARAÚJO

    do livro de Poemas
    " NOITE DE ALMA "

    4 comentários:

    1. Há segredos que serão sempre só nossos!

      Gostei bastante do poema.
      Um abraço e um bom fim de semana.

      ResponderEliminar
    2. Olá!! Fazia algum tempo que não passava por aqui, como vai? Não conhecia esse autor, valeu pela dica, gostei do poema.... beijoos e bom fim de semana!

      ResponderEliminar
    3. Insondável coração de segredos, quem poderia esquadrinhar um coração solitário e apaixonado? Lindo Poema! Com carinho...

      ResponderEliminar
    4. Foi uma surpresa agradável descobrir o teu blog.
      Era um segredo que já devias ter divulgado há mais tempo :-)
      Voltarei.
      Um beijo.

      ResponderEliminar