29 de novembro de 2005

SAUDADE FALA PORTUGUÊS

SAUDADE FALA PORTUGUÊS



Quando vejo retratos, quando sinto cheiros...

Eu tenho saudades de tudo que marcou a minha vida .
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...
Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou vir a ter, se Deus quiser...

Sinto saudades do presente, que não aproveitei de todo,
lembrando do passado e apostando no futuro...
Sinto saudades do futuro, que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...
Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei,
de quem disse que viria e nem apareceu;
de quem apareceu correndo, sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram
e de quem não me despedi direito;
daqueles que não tiveram como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre;
de coisas que eu tive e de outras que não tive mas quis muito ter;
de coisas que nem sei que existiram mas que se soubesse,
decerto gostaria de experimentar;

Sinto saudades de coisas sérias, de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...
Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente,
como só os cães são capazes de fazer,
dos livros que li e que me fizeram viajar,
dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,
das coisas que vivi e das que deixei passar, sem curtir na totalidade;

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que,
não sei aonde,
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é
e nem onde perdi...
Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades em
japonês, em russo, em italiano, em inglês,
mas que minha saudade,
por eu ter nascido brasileira,
só fala português embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria, espontaneamente,
quando estamos desesperados, para contar dinheiro, fazer amor e declarar
sentimentos fortes,
seja lá em que lugar do mundo estejamos.
Eu acredito que um simples "I miss you",
ou seja lá como possamos traduzir saudade
em outra língua, nunca terá a mesma força
e significado da nossa palavrinha.
Talvez não exprima, correctamente,
a imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra para usar
todas as vezes em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor do que um sinal vital
quando se quer falar de vida e de sentimentos.
Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis, de que amamos muito do
que tivemos e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência...

Sentir saudade, é sinal de que se está vivo!


Maria Eugênia - Doce Deleite

15 comentários:

  1. Olá! obrigada pela visita e pelas palavras bonitas no meu blog!!!Prometo que voltarei, mas hoje ainda tenho de acabar de elaborar um teste (alunos!!!!), para ler com calma e apreciar os textos do teu blog. Fiquei muito feliz por me teres linkado!Beijocas de um mar «stressada» a tentar ficar calma como um rio!!!

    ResponderEliminar
  2. Texto fabuloso sobre a saudade.A saudade não tem uma lingua própria e diz-se em qualquer idioma sendo o significado o mesmo.Saudade e a escorredeita lágrima ao canto do olho, são o significado do mesmo sentimento.Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Saudade....essa palavra mágica que nos faz, umas vezes "amolecer" outras "endurecer" conforme a situação em que se sente a saudade. Falaste da saudade de uma forma poetica e maravilhosa, parabéns! Respondendo á tua pergunta: Não vivo em nenhuma ilha, vivo no sul de Portugal.
    Obrigada pela visita. Bjs da DoceRebelde

    ResponderEliminar
  4. Não foi por acaso que me encontraste.. tinhamos que ter uma coisa muito grande em comum.. o mar.. as ilhas... vê-se logo pelo template escolhido.. Ah que bom encontrar gente assim, com ligações que nem de longe imaginamos não é?? Eu so do Norte, amo a minha terra, as minhas gentes e as tradições, mas se não vivesse aqui, viveria concerteza nas ilhas (conheço a tua mas uma viagem rapida de um dia só..) tenho grandes amigos nas ilhas, Em S. Miguel, Terceira e Pico.. Aqui na blogosfera encontrei a Biga.. Giro vou também colocar-te nos meus favoritos e quando tiver mais liberta de trabalho prometo ler-te com mais atenção... Bjhs e bom feriado

    ResponderEliminar
  5. Ai saudade essa palavra tão nossa. De um sentimento tão universal.

    ResponderEliminar
  6. Este poema está muito interessante.
    Estive a ler um blog que aqui tens linkado: José Maria Lopes Araújo. Não conhecia mas gostei imenso!

    Passa um excelente feriado...

    Fica bem e continua a sorrir!

    ResponderEliminar
  7. A saudade é uma forma de manter viva em nós os momentos e as pessoas importantes.

    Obrigada pela visita ao meu blog, esperoq ue voltes sempre.

    Abraços

    ResponderEliminar
  8. Não será saudade a mais?
    Não, o texto é muito bom. E só possível para quem o escreve em português (poderia ser russo também, porque é a única língua para além da nossa onde a palavra saudade existe).
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Caros amigos,

    Apareçam NA ESCURIDÃO DA NOITE, e deixem as vossas mensagens de SOLIDARIEDADE.

    Todos juntos em prol do mesmo rumo...

    Pedro Nobre ;)

    ResponderEliminar
  10. Oi querida!
    Passando pra te desejar um lindo fim de semana cheio de coisas maravilhosas.

    Seja Feliz Sempre!
    **...**...***....***..
    +..*.._/\\_ .*. * . + .
    . + * >,\"< * Ame, como se ninguém nunca houvesse feito sofrer...
    Trabalhe, como se não precisasse do dinheiro...
    **...**...***....***..
    +..*.._/\\_ .*. * . + .
    . + * >,\"< * Dance, como se ninguém estivesse olhando...
    Cante, como se ninguém estivesse ouvindo...
    **...**...***....***..
    +..*.._/\\_ .*. * . + .
    . + * >,\"< * Viva,como se fosse no paraíso!
    Curta o que de melhor a vida lhe oferece com toda intensidade,
    como se fosse o último dia de sua vida ...
    **...**...***....***...
    +..*.._/\\_ .*. * . + .
    . + * >,\"< * A vida muitas vezes é curta, mas mesmo assim seu caminho é longo.
    Nela aprendemos a sorrir, chorar, amar, sofrer e a renascer, para amanhecer e termos um lindo dia...
    **...**...***....***...
    +..*.._/\\_ .*. * . + .
    . + * >,\"< * Não deixe para amanhã o que pode ser feito hoje...o ontem já passou... e o amanhã...talvez não chegará.

    Bjs no coração!

    ResponderEliminar
  11. ALMA DE POETA, eu sinto saudade de sentir saudade. Quando tento mexer com as minhas saudades, aparecem novas saudades, idéias de saudades antigas, novas, futuras. As vezes penso, que saudades são impossíveis de reviver? Talvez uma saudade seja uma saudade que não se renova, se recria ou a saudade não muda, mas é sempre a mesma saudade gostosa e prolongada. A saudade reflete a realidade agora do anteriomente vivido que é pra ser sentido e não compreendido.
    Bjs saudosos.

    ResponderEliminar
  12. Minha mae disse uma vez "De saudades ninguém morre... sem saudades ninguém vive..."... è um fato... só se sente saudades se se está vivo... esta palavrinha tao nossa, que revela um sentimento tao grande, maior que a nostalgia, que a falta.. pois onde há saudade, há amor sincero e verdadeiro!
    Muitos beijos para ti, minha linda!

    ResponderEliminar
  13. que o bom trbalho da divulgação da poesia continue..

    ResponderEliminar
  14. Não só voce Isabel,então,perceba:aqui vim,para te saudar,e lavanda que usas,entre oceanos,aqui chegou,assim como luz e cores tuas,escriba guerreira e translúcida MULHER!

    VIVA L VIDA!

    ResponderEliminar