12 de fevereiro de 2007

Poema de " Bruno Valter Garcia Ferreira "




Quis Deus que ao sol nascente te voltasses
E do cimo dos cumes tão altivos
Do mar, em forte abraço, ali tombasses
Preso de meigos beijos e cativos;

E que de verde parra te adornasses
E fossem tantos mais os teus motivos,
Que gigantesco teatro aparentasses
Quer a estranhos, quer a teus nativos.

S.Lourenço - ó minha linda baía -
Nas luarentas noites de estio,
Tudo e todos envolves em magia.

Sobem no ar cantigas de alegria;
Cantam cagarros em estranho cio
Mas tudo tem um quê de nostalgia !



Poema do Dr. Bruno Ferreira

Um Mariense ,residente da ilha Terceira- Açores

Do Livro de ADRIANO FERREIRA " As Musas da Minha Terra "

4 comentários:

  1. Olá AMIGA,
    CONVIDO PARA A MINHA FESTA
    LANÇAMENTO DO MEU 1º EBOOK NO DIA DOS NAMORADOS.
    REPASSA AOS AMIGOS.
    DIZ SE GOSTAS.
    BJKS E MUITAS FLORES.
    http://bica.blogs.sapo.pt/
    ALUENA

    ResponderEliminar
  2. Olá
    Um poema bonito que retrata o local onde alguém nasceu, ou viveu.
    Pela foto, é de facto um local muito bonito.
    Fica bem.
    Felicidades
    Manuel

    ResponderEliminar
  3. Que lindo...lindo!!

    Não escondo a minha emoção a ler tão belo poema!

    Voltarei...

    Boa semana

    Beijinhos da
    Maria

    ResponderEliminar
  4. Não me importava nada de voltar aos Açores (:**

    ResponderEliminar