4 de setembro de 2007

do Livro * Rosa do Mundo *

Amor, não sei quem diria
amarga a tua doçura:
o teu sabor delicia
como o da fruta madura.
Casa onde a alegria habita,
fora mil vezes bendita,
contigo, exulto!
Quero-te assim, qual tu és:
meu coração, a teus pés,
rende-te culto.


Tradução de Luiz Cardim

Reino Unido -(Poeta Anónimo )

Séc. XVI

1 comentário:

  1. Há algum tempo que leio o teu blog...E gostava de te oferecer um "prémio" (um "gift")...Passa no meu blog http://pkribeiro.blogspot.com e vai à secção "Prémios que ofereço..." e tira o código...Obrigado por teres criado o teu blog x)

    ResponderEliminar