23 de outubro de 2007

ÀS MÃES poema de Vitor Cintra

ÀS MÃES


A mãe é, p'ra cada um,
O maior ser de excepção,
Com lugar no coração,
Mais sagrado que nenhum.

A mãe, é por mil razões,
O padrão do Universo,
Mesmo quando controverso
Seu saber e decisões.

São angústias que supera,
Desencantos, até vícios,
P'lo carinho que nos tem.

Desde o ventre, que nos gera,
Não se poupa a sacrifícios,
Porque mãe, é sempre Mãe.


VITOR CINTRA

do livro " ECOS "

Sem comentários:

Enviar um comentário