5 de outubro de 2007

TU ? ... Poema de José Maria Lopes de Araújo





Tu,
E a outra,
E mais a outra,
E quantas conheci,
São todas iguais:
- Mulheres …. Só mulheres,
Simples, vulgares, banais,
E nada, nada mais ! …


Só por amar-te,
Tanto e tanto,
É que eu quisera dar-te
- Louco sonhador –
Um lar de encanto
E arte,
E poesia,
E amor! …



Mas, tu,
Que nunca sofreste,
Que nunca amaste,
Que nunca sentiste a dor,
E não choraste,
E não conheceste o amor …


Quem sabe, se és aquela que passou
Há pouco, de mim perto, e que me olhou
Como quem compreende o que padeço?


- Sei lá! Sei lá ! – Que me importa, lá saber!
Apenas sei que há tanto ando a sofrer,
Por ti, mulher que adoro e não conheço !...


José Maria Lopes de Araújo

8 comentários:

  1. Muito bonito... e com música a condizer.

    ResponderEliminar
  2. Só a imaginação de um poeta poderia criar este poema. A vida não é assim, embora haja momentos de ulusão. Mas depois, começamos por assentar os pés na terra, e compreendemos, quão louco fomos, por ter sonhado.
    Fica bem.
    felicidades.

    ResponderEliminar
  3. Lindo e a música muito bem escolhida...
    parabéns

    ResponderEliminar
  4. A Imagem é lindíssima, faz-nos pensar, imaginar, sonhar. O poema diz muito daquilo que sentimos por vezes. Sonhar sonhar e mais sonhar, a vida é para buscar o nosso sonmho em cada canto do nosso olhar. Amar e sonhar.

    ResponderEliminar
  5. Amiga...
    Comemoro o 3º ano de vida do Eu Sei Que Vou Te Amar, e como parte importantissima na existencia deste meu blog, gostaria de ter a tua presença tao querida a comemorar comigo...
    Muitos beijos, flores e meus eternos sorrisos!

    ResponderEliminar
  6. "O sonho comanda a vida"
    Só vive realmente quem sonha e persegue o seu sonho, sempre, não importa em que condições.
    E quando o sonho é amar, tudo vale a pena, sobretudo não parar de sonhar.
    Linda musica que embala o teu poema.
    Deixo-te um abraço esvoaçante de força para ires em frente.

    ResponderEliminar
  7. Ficou com a combinação perfeita

    o som o poema

    dançaram juntos no compasso da orquestra da tua escrita

    Jinhu da Crónica

    ResponderEliminar
  8. Olá Alma de Poeta, grata pela visita.
    Adoro esta música.
    Beijinhos,
    Fernandinha

    ResponderEliminar