30 de novembro de 2007

O BEIJO poema da Grécia- Poeta anónimo

Um rapaz beijou-me ontem à tarde
E o seu beijo era um vinho perfumado
Tão longamente bebi nesses lábios o vinho do amor
que ainda agora me sinto embriagado.


Trad: Jorge Sousa Braga

1 comentário: