12 de dezembro de 2007

* TEUS LÁBIOS * poema de VITOR CINTRA





Teus lábios carnudos,
Macios, veludo,
Poemas de cor,
Ainda que mudos
Revelam, em tudo,
Desejos, ardor;

Em tempos tristonhos,
Por falta, suponho,
Das juras de amor,
Teus lábios risonhos,
Despertam o sonho,
São beijos de flor.




VITOR CINTRA

do livro " Murmúrios "

3 comentários:

  1. Amiga...
    Passei para deixar meus eternos beijos, flores e muitos sorrisos!

    ResponderEliminar
  2. Olá Vitor, passei para deixar-te um abraço de carinho.
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  3. http://eternapartedemim.blogs.sapo.pt15 dezembro, 2007 17:00

    Feliz Natal e um Ano de 2008 muito próspero!

    Beijinhos natalícios,

    Lu Costa

    ResponderEliminar