20 de outubro de 2009

URGENTEMENTE.....poema de....EUGÉNIO DE ANDRADE




É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
Ódio, solidão e crueldade,
Alguns lamentos,
Muitas espadas.

É urgente inventar a alegria,
Multiplicar as searas,
É urgente descobrir rosas e rios
E manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
Impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
Permanecer.

EUGENIO DE ANDRADE

1 comentário:

  1. É urgente alguém ouvir e por em prática estas palavras.

    Obrigado por me relembrares deste belo poema!

    TA

    ResponderEliminar