4 de dezembro de 2009

A Essência da Mulher.... poema de.... Ciro di Verbena



















Toda mulher esconde dentro da alma,
Um lago azul, tranqüilo e transparente
E sob as águas de aparente calma
Guarda um vulcão de lava incandescente!...

Às vezes, uma luz se nos acalma
Nascendo-lhe do olhar, triste e carente,
E ao transformar-se em dor, nos causa trauma
Qual lava de um vulcão queimando a gente!

Toda mulher é a essência da beleza,
Tem a voracidade da tigresa
No fogo da paixão quando na cama!


É desse lago de águas cristalinas
Que a essência da mulher, luz que fascina,
Vem saciar a sede de quem ama!


CIRO DI VERBENA

4 comentários:

  1. Que poema mais encantador, mas que não se enganem os outros com este aparente lago azul, o vulcão pode ser despertado quando precisamos usar da nossa força!
    beijos

    ResponderEliminar
  2. Vem saciar a sede de quem ama!
    ---------
    Acredito que muita sede, ficará por saciar.
    ---------
    Fica bem.
    e a felicidade por aí.
    Manuel

    ResponderEliminar
  3. Belo Soneto.
    Ótimo fim de semana.
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. NOSSA AMEI O POEMA, MUITA SENSIBILIDADE E SABEDORIA NAS COMPARAÇOES.

    ResponderEliminar