1 de novembro de 2010

AMÉRICO SILVA " Amar Como Eu Sei "

Republico este poema por ser sempre actual




AMAR  Como eu sei...

Amar não se inventa, não nasce, não morre,
Faz parte do sangue que corre apressado,
É o fogo suave, que aquece a vida
É o luar de Agosto, é a chuva de Outono.

É a flor que desponta, é a folha que cai,
É um brilho nos olhos, um sorriso nos lábios
É o beijo que deslumbra, é o medo que angustía
É uma chegada desejada, uma partida desolada.

É um caminhar lado a lado, num vulcão adormecido,
É um beijo inesperado, numa viagem sem destino,
É uma paragem inesperada, entre hortênsias e hortelã
É uma caricia fugidia, numa estrada molhada.

É um caminhar à tôa, na noite acolhedora,
À procura do nada, no silêncio da alma,
No escuro protector duma montanha distante.
É a ousadia de sentir, o prazer de encontrar.

É o primeiro olhar, sorriso,  abraço, beijo....
O primeiro pulsar inquieto, a primeira angustia
A primeira dúvida, a primeira incerteza,
Sentir que o vento não se agarra, que a vida não se pára.

É um encontro com um tesouro que não sabemos guardar
É o brilho da luz dum cigarro, numa varanda escura,
Numa noite de vento, de medo..., de Setembro.
Um beijo apressado, num parque iluminado, num adeus repentino.

Amar é um fogo adormecido, escondido nas cinzas,
Que a brisa leve do destino, às vezes põe a descoberto,
Que o vendaval da paixão, ás vezes arrasa sem pensar,
Para se erguer de novo, e acender mais uma vez.

Amar é isso...um fogo adormecido,que sempre se reacende.
Uma chama apagada que se torna uma luz,
Que apaga e se acende ...
Que morre e ressuscita...
Para reviver eternamente na alma de quem sente.


Em Setembro 2003...Outubro 2010, amar será sempre assim.

Américo Silva

18 Set 04

14 comentários:

  1. Amar é tudo isto, concordo. Mas é muito mais que a própria razão e condição humanas desconhecem.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Amar é complicado. É o que estou a achar agora.

    ResponderEliminar
  3. Saber Amar é Arte

    Amor é
    Sempre profundo
    Não se procura
    Nem se mendiga
    Acontece
    A cada momento
    Em qualquer esquina
    Em qualquer parte
    Porque
    Saber Amar
    É Arte

    ResponderEliminar
  4. Amar é um sentimento difícil de explicar, mas que aqui ficou muito bem apresentado, de tal forma que não encontro palavras para acrescentar nada. Ermelinda: www.osabordaspalavras.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  5. Até que enfim te encontro! Para a outra vez vez que faças uma visita, deixa o link! Corri meia blogosfera para encontrar uma alma de poeta!! E por isso, ainda não li o teu blog, mas vou ler! :)

    ResponderEliminar
  6. Como eu admiro a tua maneira de escrever. É única, pura, simples, bela. Continua a falar do amor como tu sabes.

    ResponderEliminar
  7. Amar é sentir, é viver sem tentar perceber.

    ;)

    Sara
    Mundo à janela

    ResponderEliminar
  8. Amar é tudo o que dizes e talvez muito mais. Um sentimento que não se explica até porque cada um de nós lhe dá um sentir pessoal. Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Amar não tem definição. É tudo o que dizes e ainda mt mais. Bjs e boa semana. (Foto excelente).

    ResponderEliminar
  10. Dar. Sobretudo dar.
    Um beijo Isabel.
    ~E óptima semana para ti.

    ResponderEliminar
  11. li..e reli.è deslunbrante como escreves.amar è doce e ao mesmo tempo azedo.voltarei com mais rempo

    ResponderEliminar
  12. Para o ultimo comentario...
    de facto amar é doce e azedo...mas o doce sobrepoe se sempre ao azedo.
    Com meia duzia de frases disseste tudo...
    Olha...fui eu quem escreveu isto

    ResponderEliminar
  13. E valeu a pena republicar. É belíssimo.

    Beijo :)

    ResponderEliminar