21 de novembro de 2011

Tempos....poema de Pedro du Bois



Avesso ao calendário traço
no espaço o tempo onde me distraio:
sei do amanhecer que me acorda
do meio dia que me alimenta
da tarde propícia à tormenta
da noite em que me desoriento
revisito o tempo na capa
da magia e me refugio
em mim mesmo
mantenho o som do rádio
e me delicio em estáticas: olhos
fechados
imagino a cena na tela
despegada.
 Pedro Du Bois


4 comentários:

  1. The blog contains informational and educational material. The post enhance my thoughts and experience. So nice!
    I've got to scramble to keep up with your prodigious output!

    ResponderEliminar
  2. Que beleza de poema! Aliás, há muita beleza em todo o seu blog!
    O carinho da amiga d'além mar,
    Maria Luiza

    ResponderEliminar
  3. Grato, Isa, pela publicação. Abraços, Pedro.

    ResponderEliminar
  4. Seu blog é fofo demais.
    A escolha deste poema do Pedro foi sensacional.
    Simplesmente MARAVILHOSO.
    Venha conhecer meu blog.
    http://gracitamensagens.blogspot.com
    Sou amante da poesia... e as suas escolhas são fantásticas.
    Parabéns!
    Abraços poéticos pra você.
    Gracita

    ResponderEliminar