31 de janeiro de 2014

Foi um momento .... poema de Fernando Pessoa



Foi um momento 

O em que pousaste 
Sobre o meu braço, 
Num movimento 
Mais de cansaço 
Que pensamento, 
A tua mão 
E a retiraste. 
Senti ou não ? 

Não sei. Mas lembro 
E sinto ainda 
Qualquer memória 
Fixa e corpórea 
Onde pousaste 
A mão que teve 
Qualquer sentido 
Incompreendido. 
Mas tão de leve!... 

Tudo isto é nada, 
Mas numa estrada 
Como é a vida 
Há muita coisa 
Incompreendida... 

Sei eu se quando 
A tua mão 
Senti pousando 
‘Sobre o meu braço, 
E um pouco, um pouco, 
No coração, 
Não houve um ritmo 
Novo no espaço? 

Como se tu, 
Sem o querer, 
Em mim tocasses 
Para dizer 
Qualquer mistério, 
Súbito e etéreo, 
Que nem soubesses 
Que tinha ser. 

Assim a brisa 
Nos ramos diz 
Sem o saber 
Uma imprecisa 
Coisa feliz. 


FERNANDO PESSOA

5 comentários:

  1. Isabel,


    Hoje passei para lhe fazer um convite de conhecer e, se desejar, acompanhar um espaço onde estou postando com mais amigos, pois o Infinito Particular não existe mais.
    Aguardo uma visita sua que me deixará muito feliz, pois é um blog de excelente qualidade e bom gosto.
    Abraços

    http://refugio-origens.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Onde encontrar esse poema .lei direito autoral

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fatima Gomes.
      Obrigada pelo seu comentário, no entanto, não vejo qual necessidade da chamada de atenção, pois o titulo e autor do poema, estão no cabeçalho e abaixo do poema.

      Eliminar
  3. Direito autoral é lei .Onde ,qual obra. Esta esse poema?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fatima Gomes.
      Obrigada pelo seu comentário, no entanto, não vejo qual necessidade da chamada de atenção, pois o titulo e autor do poema, estão no cabeçalho e abaixo do poema.

      Eliminar