3 de novembro de 2005

Do Poeta JOSÉ MARIA LOPES DE ARAÚJO


SAUDADE


Há tanto que não ouço a voz da fonte,
Naquele canto triste e prolongado,
Ecoar pelas ravinas do valado,
Perder-se nas distâncias do horizonte ! …


Há quanto já não vejo aquele monte,
Donde a minha infância, descuidado,
Via espalhar-se o Sol, em tom doirado,
Nas águas do ribeiro, além da ponte ! …


Veste de luto a minha mocidade
A roxa e melancólica saudade
Desse ditoso tempo em que vivia …


Ai, tão distante que me sinto agora
De tudo que sinto e vi outrora,
Quando era alegre e a vida me sorria …



  • José Maria Lopes de Araujo
  • 15 comentários:

    1. Amiga,
      Estive sem conseguir entrar nos comentários nos últimos dias, por problemas do meu próprio pc, mas já está tudo funcionando novamente e cá estou para deixar-te muitos beijos e sorrisos!

      ResponderEliminar
    2. Poeta que adoro!
      e que talvez nunca tivesse conhecido sem ti!
      obrigado e beijos daqui!

      ResponderEliminar
    3. Belo poema, fantástico poeta.
      Ah, a saudade! Essa continua a fazer doer a alma de cada vez que nos visita.
      Um beijo e voarei de novo por aqui.

      ResponderEliminar
    4. Revejo-me em cada palavra de saudade, proferida pelo autor.
      Mas como este mundo não se compadece de saudades...
      Tudo de bom.
      Desejo um óptimo Domingo.
      Bufagato

      ResponderEliminar
    5. Doi tanto a saudade.
      Há saudade que se mata, revendo-se, estando, abraçando-se.

      A saudade de alguem que partiu doi. Ficam as memórias, e a saudade.

      A não ser que um dia nos voltemos todos a encontrar. Alguem sabe?

      ResponderEliminar
    6. Olá. Só para dizer que estou de malas feitas para partir para o "Palavrejando" ... :) **
      http://palavrejando.blogspot.com

      ResponderEliminar
    7. A saudade sempre inspira sonetos e este adorei! Belo Poeta!
      Aproveito para informar-te que foi aqui que daqui que partiu a ideia da minha inscrição na Gazeta do Blogueiro e tive uma boa notícia hoje. Gostei de te ver por lá e agora faço-te companhia. Beijinhos

      ResponderEliminar
    8. Rectificação ao comentário anterior que deve ler-se:
      "Foi daqui que partiu a ideia da minha inscrição" em vez do texto que por lapso deixei.

      ResponderEliminar
    9. Passei para deixar-te beijos e sorriso e desejar-te um lindo inicio de semana!

      ResponderEliminar
    10. olá. Andando por vários blogs pude perceber que as pessoas andam nostálgicas( muitas delas falando sobre saudade)....Lindo poema!!!! quanto sentimento!!!Adorei!

      beijos

      P.S.:vou te linkar também.Obrigada pelo link....

      ResponderEliminar
    11. Thank you for writing a great blog about tahitian juice. I have been working with a business that is trying to help people who sell tahitian juice so you can be a walking billboard!!

      ResponderEliminar
    12. Levou-me até à infância... de novo!

      Bjinho

      ResponderEliminar
    13. Oi querida!
      passando pra te desejar uma linda sexta com um final de semana cheio de muitas energias positivas, paz, e muitas alegrias.
      Lindo esse texto saudade, eu viajei quando lia.

      Bjs no coração!

      ResponderEliminar
    14. Saudade. Quem já não a sentiu... Um bonito poema

      ResponderEliminar