8 de maio de 2010

OS TEUS OLHOS....poema de Ângelo Gomes


















De avelã, de seda, de cristal, os teus olhos…
Lírios do campo que espelham emoções
Exultando palpitares de corações
Distribuindo raios de luz aos molhos!...

Quando te ergues os teus passos enobrecem
A tua face desenha o sorriso de quem canta
Olhos de pérola que me agasalham como manta
Que se estende sobre as almas que padecem!...


Quisera eu dizer-te tanta coisa que não posso…
E então, rio e choro por dentro e de mim troço
Impotente para travar as amarguras…


Olha para mim… irradia o que de melhor ostentas
Mesmo que calques o trilho das tormentas
Sorri… dá-me um pedaço de ti enquanto duras.


Ângelo Gomes

2 comentários:

  1. Olá Isabel!
    Lindo soneto, bela escolha...
    Amei essa parte: "Olha para mim… irradia o que de melhor ostentas
    Mesmo que calques o trilho das tormentas Sorri… dá-me um pedaço de ti enquanto duras"
    Bjs
    Mila

    ResponderEliminar