16 de abril de 2011

Se as minhas mãos pudessem desfolhar....Garcia Lorca


Eu pronuncio teu nome
nas noites escuras,
quando vêm os astros
beber na lua
e dormem nas ramagens
das frondes ocultas.
E eu me sinto oco
de paixão e de música.
Louco relógio que canta
mortas horas antigas.

Eu pronuncio teu nome,
nesta noite escura,
e teu nome me soa
mais distante que nunca.
Mais distante que todas as estrelas
e mais dolente que a mansa chuva.

Amar-te-ei como então alguma vez? 

Que culpa tem meu coração?
Se a névoa se esfuma,
que outra paixão me espera?
Será tranqüila e pura?
Se meus dedos pudessem
desfolhar a lua!!



Garcia Lorca

5 comentários:

  1. Amei as retóricas e a forma como o amor é visto pela função poética da linguagem.

    ResponderEliminar
  2. Você realizou um sonho poético
    colocou este poema do grande menestrel
    Lorca
    perto do meu pequeno poema.
    Amo este poema do Lorca
    faço reflexões e aprendo com ele
    sobre os mistérios dos poemas escritos
    na lua
    que se pudéssemos desfolhar a lua com as mãos
    poderíamos ler os poemas que lá foram
    escritos
    e nunca foram publicados
    poderíamos ver os versos apaixonados
    escondidos em suas crateras
    ensombrados no lado oculto
    afogados nos seus mares
    Apenas podemos olhar
    desfolhar com o coração apaixonado
    e ir gravando outros poemas em seu solo
    mas não podemos desfolhar com as mãos
    apenas tocá-los daqui da terra azul
    musa que guarda nossos corações e poesias.
    Lindo poema do Lorca
    que tinha gravado o nome amado nas estrelas
    que vem matar suas sedes na lua- que verso
    Poema que trago gravado na mente
    grande sensibilidade lunar Isabel
    abraços poéticos.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderEliminar
  3. Olá, sou Diego Schaun, poeta e músico baiano. Forte abraço! Gostei de teus escritos! Te seguindo!

    (músicas)http://palcomp3.comn/diegoschaun
    (blog) http://diegoschaun.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Que poema lindo, Isabe! Eu não o conhecia... Seu blog é um recanto de beleza e paz! Obrigada!
    Maria Luiza

    ResponderEliminar
  5. Isabel:
    Estou passando para dar-lhe um forte abraço, com os votos de uma Feliz Páscoa, com verdadeiro renascimento interior.
    A amiga d'além mar,
    Maria Luiza

    ResponderEliminar